Reforma no apartamento

  • 16 de abril de 2018, Reformas
MR Engenharia Blog

Todo tipo de reforma ou construção em apartamentos deve ser comunicada e aprovada pelo síndico do prédio. Os materiais a serem utilizados, o tempo estimado da obra e o projeto com todas as mudanças planejadas têm de ser entregues a ele. Também deve ter um engenheiro responsável e o ART – Anotação de Responsabilidade Técnica – documento obrigatório que contém a responsabilidade do profissional responsável pela determinada obra.
 
A prefeitura do município também deverá ser informada. A requisição vale para alterações como a demolição de paredes internas. Será solicitada a planta do local e o projeto legal. E só depois da aprovação e liberação é que a obra poderá começar. Caso o poder público não se manifeste, a mesma poderá ser iniciada após 30 dias.
 
Essa norma (NBR-16.280) em que o síndico deve estar ciente sobre mudanças no imóvel funciona desde 2014 e estabelece quais os tipos de serviços precisará de acompanhamento de um profissional e aqueles que não precisarão. Atividades simples como, por exemplo: pintar paredes; colocar divisórias; substituir fechaduras; trocar piso; entre outros, não necessitam supervisão.
 
É extremamente importante ter cautela com o barulho e horários definidos pelo próprio condomínio. Além de proteger os móveis ou estruturas para que não sejam arranhadas ou acumule poeira. Escolher maneiras de como o entulho será retirado do local – alguns empreiteiros realizam os serviços ou também pode ser contratada uma caçamba autorizada. E principalmente avisar aos vizinhos sobre a obra, pois caso contrário qualquer denúncia feita na prefeitura pode causar o impedimento do projeto.
 
Sem esquecer-se do principal, o orçamento. Depois do planejamento de como tudo irá ser idealizado é primordial que ele seja levado em conta. O quanto será disponibilizado. E isso depende da mudança que você pretende realizar. Bem como os profissionais a serem contratados – arquitetos, eletricistas, encanador, etc. – para cada área, de acordo com sua necessidade.
 
Deixar o apartamento com a “nossa cara” requer alguns cuidados, como visto. Porém, com bons especialistas tudo ficará garantido e sem causar dores de cabeça.